domingo, 30 de julho de 2017

Morta e abandonada em frente ao pronto Socorro João Lucio

Uma mulher identificada apenas como Larissa, foi deixada morta, no Hospital e Pronto-Socorro João Lúcio, na Alameda Cosme Ferreira, na Zona Leste.

De acordo com o laúdo médico da unidade, ela foi vítima de "morte violenta".
Segundo testemunhas, a vítima tem uma tornozeleira eletrônica, que indica ser do sistema prisional do Estado, e foi deixada já em óbito, por volta de 5h no João Lúcio, por pessoas desconhecidas. 
O corpo foi removido pelo Instituto Médico Legal (IML). O caso deve ser investigado pela Delegacia Especializada em Homicídio e Sequestro (DEHS).