quarta-feira, 21 de junho de 2017

Por suspeita de colaborar com uma facção criminosa, Afastamento de magistrada é prorrogado

Por decisão do ministro Raul Araújo, do Superior Tribunal de Justiça (STJ), a desembargadora Encarnação Salgado, suspeita de colaborar com uma facção criminosa ligada ao tráfico de drogas, vai permanecer afastada do Tribunal de Justiça do Amazonas (TJ/AM) por mais seis meses.

A magistrada já havia sofrido a sanção em junho do ano passado, quando a Polícia Federal deflagrou a Operação La Muralla 2 e devassou o gabinete da desembargadora.
Tempo   Em dezembro do ano passado, uma nova decisão do STJ havia prorrogado, por mais seis meses, o afastamento de Encarnação Salgado. A prorrogação desse prazo venceu na última segunda-feira. O juiz Elci Simões ocupará interinamente a cadeira da desembargadora.
Aplauso  Candidato a  vice-governador na chapa de Rebecca Garcia (PP), o deputado estadual Abdala Fraxe festejou o parecer do MPF que vê inconstitucionalidade na eleição direta para o governo do Amazonas. O partido dele, o PTN, capitaneia ação pedindo que a Assembleia comande uma eleição indireta.
Prático  Questionado se a posição não é incoerente, já que  ele concorre à eleição direta, Abdala disse: “Não vou ficar dando murro em ponta de faca. Não posso ficar discutindo o sexo dos anjos. Existe uma decisão judicial. Temos que nos moldar à decisão”, argumentou o parlamentar. 
Dia 1  As primeiras movimentações políticas do ex-governador Amazonino Mendes (PDT), após o registro de candidatura, foi conversar, ontem, com lideranças do interior do Amazonas e do PSD, sigla comandada pelo senador Omar Aziz, em busca de apoio para voltar ao governo.
Visita  Amazonino esteve na sede do PSD acompanhado do mais recente aliado, o deputado federal Silas Câmara (PRB), e também do deputado estadual Sidney Leite, do Pros. Omar não estava presente. Depois, Amazonino foi à Feira da Aparecida. Foi bem recebido, sem muito barulho. 
Missão  Ontem e hoje, o  senador Eduardo Braga (PMDB) delegou ao candidato a vice, Marcelo Ramos (PR), a tarefa de participar de atos de campanha e conceder entrevistas a portais de notícias. Braga cumpre agenda em Brasília.
Patada  Feliz com  a aprovação do requerimento que pede esclarecimentos do Município sobre os gastos com as lâmpadas LED, o vereador  Marcelo Serafim (PSB) agradeceu ao presidente da CMM, Wilker Barreto (PHS). “Obrigado, presidente. O senhor é um democrata”. Wilker retrucou: “Sou PHS, vereador. Não democrata”.
Irritação A Procuradoria-Geral do Estado ‘engoliu em seco’ a decisão da justiça federal que obriga o Executivo Estadual a criar um “plano emergencial” para o prédio da Santa Casa de Misericórdia. Vai mandar a SEC fazer a reforma, mas prometeu cobrar do Iphan, posteriormente, todos os custos.

(I)Responsáveis  “O Estado não pode compactuar com a atuação de órgãos federais que, desconsiderando os deveres previstos na legislação, acabam por imputar ao Estado custos financeiros significativos”, diz a PGE, em nota. Conforme o órgão, a Santa Casa é de propriedade privada, tombada pelo IPHAN e pelo Município de Manaus.