quarta-feira, 28 de junho de 2017

Desgoverno na gestão das greves dos Rodoviários é evidente

As fotografias que registram o prefeito Artur Neto em “rodadas de negociações” com rodoviários e empresários do sistema de transporte coletivo se tornaram “lugar comum” nos últimos anos. É comum também que o prefeito se vanglorie nas redes sociais de ter “estancado mais uma greve”.

Mas o fato concreto é que esse serviço - concedido pela Prefeitura - há muito tempo não obedece ao comando do prefeito.  Predomina o estilo Rainha da Inglaterra. Segue a humilhação nas paradas e nos terminais.
Números  Os dados históricos comprovam o desgoverno da gestão Artur Neto no transporte coletivo de Manaus. Só este ano foram 43 paralisações. O aumento da tarifa de ônibus para R$ 3,80, concedido pelo prefeito sob a justificativa de “não paralisar o sistema”, serviu só para encher os cofres dos empresários.
Zero Enquanto isso, as soluções para o transporte de massa em Manaus, prometidas por Artur ainda na campanha de 2012, ficaram  apenas na promessa. O tucano fez até viagem internacional em busca de modelos (e postou fotos, como sempre).  Na prática, a única “novidade” apresentada foi o ressurgimento do sistema Expresso, elaborado pela gestão Alfredo Nascimento, em 2002. 
Anarquia A desordem no transporte coletivo é ampliada com a atuação de criminosos dentro do Sindicato dos Rodoviários, que ignoram leis e decisões judiciais, tendo as autoridades públicas e a população como plateia.
Veneno O vereador Jaildo dos Rodoviários é membro do PCdoB, partido que atualmente apoia a candidatura do senador Eduardo Braga (PMDB) ao governo do Estado, inimigo, momentaneamente, do prefeito Artur Neto. No passado recente, Jaildo também já serviu aos propósitos de Artur. 
Pai e filho O ex-governador Amazonino Mendes (PDT) notou, ao reencontrar o senador Eduardo Braga, que o filho político estava mais magro. Braga respondeu com uma risada.
Jura O reencontro de ambos aconteceu na sede do Sindicato dos Jornalistas, na manhã de ontem, quando os candidatos ao governo do Estado foram assinar a carta-compromisso em que prometem não usar dinheiro sem registro na campanha.
Caminho O resultado de um trabalho hercúleo de membros e servidores do MPE/AM será tornado público hoje pelo procurador-geral Fábio Monteiro. Trata-se do “Plano Estratégico” do órgão para o período de 2017 a 2027.
Auxílio A elaboração do Plano Estratégico contou com a consultoria da “Brainstorming Assessoria de Planejamento e Informática”. A apresentação do resultado do trabalho, hoje, também terá a participação do consultor da Brainstorming, Joe Weider, do promotor Ítalo Klinger Rodrigues, e do diretor de Planejamento do MP, José Alberto Machado.
Opa! Mesmo sem ser provocado, o deputado estadual Belarmino Lins (Pros) se adiantou e foi à tribuna da Assembleia dizer que Abdala Fraxe (PTN) pode seguir tranquilo no cargo porque ele não tem interesse em assumir a presidência da Casa.

Eleições Na semana passada especulou-se que Fraxe deveria deixar o comando da ALE/AM por ser candidato a vice na chapa de Rebecca Garcia (PP).