segunda-feira, 8 de maio de 2017

PT escolhe José Ricardo como candidato a governador e elege nova direção estadual

O deputado estadual José Ricardo Wendling foi escolhido o candidato a governador do Amazonas na eleição deste ano e o ex-deputado federal Francisco Praciano, o candidato ao Senado nas eleições de 2018.

A escolha foi feita durante o Congresso Estadual do Partido dos Trabalhadores (PT), que terminou neste domingo (07/05), no auditório da Assembleia Legislativa do Estado (Aleam).
José Ricardo enfatizou que sempre defendeu candidaturas próprias do Partido nas eleições do Amazonas e afirmou estar preparado para mais uma campanha majoritária. Ele destacou que irá defender eleições diretas no Amazonas, com a participação de toda a população, já que muitos deputados da Aleam estão prometendo lutar na Justiça por eleições indiretas, para que eles mesmos escolham o futuro governador do Estado. 

“Iremos construir um plano de governo que possa ser debatido com as todas forças políticas do PT, juntamente com a sociedade, assim como fizemos nas últimas eleições municipais. Vemos um Estado abandonado, principalmente, nas áreas da educação, da saúde e da segurança. Por isso, temos que apresentar propostas para mudar esse lamentável quadro de exclusão social que vive tanto Manaus quanto os municípios do interior do Amazonas”, afirmou. 

Direção estadual Como resultado da convenção, foram escolhidos 15 delegados e delegadas que participarão do Congresso Nacional do Partido, em junho, além de elegeram o deputado Sinésio Campos como presidente Estadual da sigla. Segundo Sinésio, sua vitória trás mais unidade ao Partido.“ O PT tem história e nosso objetivo é esse, de retornarmos a um partido que une forças em prol do bem da sociedade”, disse o petista. 

Também foi decidido o número de filiados e filiadas que fará parte da Direção Executiva Estadual do PT, de acordo com as chapas inscritas. Isso acontece porque a eleição é democrática, direta e cada chapa tem direito a um determinado percentual na direção do Partido, proporcional ao número de votos que teve no Processo de Eleição Direta (PED).