quarta-feira, 10 de maio de 2017

José Melo diz que vai lutar até o fim e que seu legado é o equilíbrio econômico e fiscal do Estado

O ex-governador José Melo disse que irá lutar até o fim para recuperar o mandato de governador, que foi cassado pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) ao negar provimento ao recurso contra a decisão do Tribunal Regional Eleitoral (TRE).


 “Não posso aceitar tamanha injustiça. Ganhei as eleições pelo voto limpo de milhares de amazonenses que acreditaram em um governo coerente e comprometido com as pessoas. Governamos sob ataques e grande perseguição. Mesmo assim, o nosso governo avançou, e apesar da crise, implementamos programas e projetos para melhorar a vida de todos os amazonenses, da capital e do interior”, afirmou.

Ele negou a compra de votos nas eleições de 2014. “Jamais usei de artifícios ilícitos para ganhar eleição. O que fiz foi caminhar todos os dias e ouvir as necessidades do meu povo. Foi com um programa de governo voltado para a solução de problemas históricos que conquistamos cada voto.

Cada novo apoio vinha de quem não queria mais um governo frio, arrogante e distante da realidade do nosso estado. Foi assim que ganhamos a eleição, de forma limpa”, destacou. Ele disse que, por acreditar na justiça, vai até a última instância, até o último recurso para mostrar que não houve compra de votos.

“O Amazonas não merece o que está acontecendo e isto é resultado de uma grande perseguição política e pessoal, uma verdadeira obsessão pelo poder, de quem não tem e nem nunca teve compromisso de fato com o povo amazonense”. disse. Melo afirmou que o legado do governo dele foi o equilíbrio econômico e fiscal do Estado. “O que nosso governo fez, mesmo em tempo de grave crise econômica, foi equilibrar o estado e não deixar quebrar, muitos resultados ainda serão colhidos, na promoção social e geração de emprego, renda e desenvolvimento sustentável”.