sexta-feira, 21 de abril de 2017

Mulheres são acusadas de roubar residências para ostentar em festas e redes sociais

Por Gabriel Machado
Duas jovens, de 21 e 24 anos, foram presas por suspeita de invadir e furtar residências das zonas Norte e Sul de Manaus. A mais velha das infratoras já possuía passagem pela polícia.

 A dupla estava sendo investigada há dois meses. As informações são do 6º Distrito Integrado de Polícia. De acordo com a unidade policial, Fabrícia Correa Fontenele, 24, e Adrya Marinho Martins, 21, faziam parte de uma facção criminosa e usavam o dinheiro e as roupas das vítimas para ostentar em festas e nas redes sociais.

A investigação acerca da dupla iniciou há dois meses, após o registro de um Boletim de Ocorrência (B.O). Na ocasião, as suspeitas invadiram uma residência e, além dos bens materiais, roubaram também o cachorro da família. Após colher depoimentos e analisar as imagens das câmeras de segurança dos locais roubados, a polícia identificou uma das infratoras.

Fabrícia Fontenele foi presa na  Compensa. Quando soube da notícia, Adrya tentou fugir para o interior do Amazonas, mas foi interceptada por policiais.

Até o momento, a polícia tem registro de quatro roubos realizados pela quadrilha e segue em busca do restante dos integrantes. Segundo o DIP, o grupo utiliza um veículo de modelo Ford Fiesta Sedan, de cor prata, para realizar os crimes. O alvo principal dos infratores seriam quitinetes e os roubos são realizados, em sua maioria, durante o dia. As mulheres detidas serão encaminhadas ao Centro de Detenção Provisório Feminino (CDPF), no km 8 da BR-174. As investigações a respeito da quadrilha continuam, segundo a polícia.


                                              

                                                Apoiaram essa reportagem
                                        Os melhores profissionais estao aqui
                                                    A melhor de Coari

                                                    Conforto e segurança