terça-feira, 31 de janeiro de 2017

Condenada na Justiça, Regina Fernandes deve ser a próxima a deixar o Governo José Melo

Se o juiz da 2ª Vara da Fazenda Pública Estadual, Leoney Figliuolo Harraquian, não revogar a sentença que prolatou, a secretária de Assistência Social do Estado, Regina Fernandes, deve ser a próxima a deixa o primeiro escalão do Governo José Melo. É que ela foi condenada à perda da função pública, suspensão dos direitos políticos por 10 anos, ressarcimento de R$ 14.948,40, pagamento de multa civil no mesmo valor, proibição de contratar com o poder público ou receber benefícios ou incentivos fiscais ou créditos por 10 anos.
O juiz aceitou denúncia do Ministério Público em ação de improbidade administrativa pela contratação da empresa F.A. Comércio e Serviços Ltda, para reformar o Centro Sócio Educativo Dagmar Feitoza, em 2005. Ocorre que os proprietários da firma são Fábio Felippe, marido da assessora direta da secretária, Sigrid Oliveira, e o irmão desta. Detalhe: foi ela quem comandou o processo que redundou na escolha, sem licitação, falsificando documentos para forjar uma tomada de preços.
O juiz considerou que a secretária colaborou para a fraude, porque era a ordenadora de despesas do órgão.Todos os envolvidos foram condenados.