quarta-feira, 16 de novembro de 2016

Secretaria de Segurança Pública apresentou estratégias e propostas para inibir assaltos os coletivos em Manaus

A Secretaria de Segurança Pública do Amazonas (SSP-AM) apresentou, em coletiva de imprensa, nesta quarta-feira, dia 16, as novas medidas propostas pelo Sistema de Segurança para coibir as ocorrências de assalto a ônibus em Manaus. Algumas estratégias, como reforço no policiamento ostensivo e Operações de Segurança já são realizadas pelas Polícias Civil e Militar e SSP-AM, neste sentido.


A coletiva de imprensa aconteceu no Centro Integrado de Comando e Controle (CICC) e contou com a participação do secretário de Segurança Pública, Sérgio Fontes, o comandante da Polícia Militar do Amazonas, coronel Augusto Sérgio Farias, o comandante do Corpo de Bombeiros Militar, coronel Fernando Sérgio, o delegado-geral-adjunto da Polícia Civil, Izair Soares, e o secretário executivo-adjunto de Operações Integradas da SSP-AM, Orlando Amaral.

Uma das propostas apresentadas pelo secretário de Segurança, Sérgio Fontes, é a substituição do pagamento de passagens em dinheiro por cartões e foi encaminhada, por meio de ofício, para Ministério Público do Estado do Amazonas (MP-AM) para avaliação. 

O secretário explicou que a proposta deve incluir um acordo entre as empresas para que os atuais cobradores de ônibus não sejam demitidos, mas sejam remanejados para outras locais, como os postos de vendas de passagens ou mesmo nos ônibus. “A medida já funciona em dez cidades do Brasil, como Cuiabá (MT), que passaram a usar esse sistema de cartão e conseguiram reduzir as ocorrências de assalto a ônibus em até 50%. Temos elementos que nos fazem acreditar que podemos fazer isso em Manaus”, explicou.

Outra proposta para inibir a ação de assaltantes é a inabilitação dos celulares roubados no momento do registro do Boletim de Ocorrência (BO), ação em parceria com a Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel).  “Nessa situação, a pessoa pede para inabilitar o celular por meio do imei contido na Nota Fiscal. Com isso, ninguém poderá usar aquele telefone, isso irá diminuir a motivação do assalto”, disse o secretário.

Monitoramento - Fontes destacou a necessidade de aumentar o controle de pessoas condenadas por crimes como, principalmente, roubos, com o uso de tornozeleiras eletrônicas e com a implantação de um banco de dados próprio de todos os envolvidos neste tipo de crime, bem como a respectiva área de atuação deles.

Ainda nesta quarta-feira, em conversa com representantes do Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros do Estado do Amazonas (Sinetram), ficou acordada a implantação de câmeras nos terminais para reduzir a ação de criminosos e dar mais segurança aos usuários de transporte coletivo e aos funcionários das empresas de ônibus.

O secretário destacou que as Operações que visam a diminuição dos assaltos terão continuidade pelas Polícias Militar e Civil e Secretaria Executiva-Adjunta de Operações Integradas (Seaop), que já levaram centenas de criminosos desse tipo pra cadeia, este ano. “A Secretaria de Segurança Pública está fazendo a sua parte, mesmo com recursos escassos.  Porém, precisamos de outras estratégias, com apoio de todos os envolvidos, para diminuir as incidências de assalto a ônibus em Manaus”, destacou Fontes.