sábado, 12 de novembro de 2016

Coari, terra da impunidade

Coari, no Amazonas, é o segundo município do estado que mais arrecada. São cerca de R$ 19 milhões/mês em royalties advindos de uma refinaria da Petrobrás (talvez por isso muitos queiram comandar aquele Município).

Contudo, no outro extremo do mesmo lugar, apenas 30% da cidade recebe saneamento básico. Coari representa muito bem a má gestão do dinheiro público e da corrupção que tanto assola o país. Sem falar nos casos de pedofilia envolvendo Adail Pinheiro, ex-prefeito da Cidade.  Mesmo com tanta riqueza gerada, grande parte da população vive em extrema pobreza, enquanto seus governantes vivem uma vida de luxo.
Adail, que é tido como o grande mestre da corrupção naquela cidade já esta solto, poderá assim orientar sua cria como agir nas licitações fraudulentas e no desvio de verba pública.